www.pharmapura.com.br

 
ASTRAGALUS MEMBRANACEUS: ERVA DA MEDICINA CHINESA QUE MELHORA A IMUNIDADE PDF Imprimir E-mail
Qui, 27 de Janeiro de 2011 10:42

Astragalus
Estimula o sistema imunológico. Promove proteção contra câncer.
Atua como um adaptogênico (resistência não específica ao estresse).
Aumenta os níveis de energia.

 

Se tratando de fitoterápico:
Nome científico: Astragalus membranaceus, Astragalus membranaceus var. mongholicus
Família: Fabaceae
Parte utilizada: Raiz
Princípio ativo: Astragalosídeos, beta-sitosterol, colina, cobre, d-frutose, astramembranagenina, isoastragalosídeos, ácido linoléico, cálcio, magnésio, ferro, sódio, potássio, saponinas, flavonóides, polisacarídeos e glicosídeos.

Sinonímia: Milk Vetch Root, Huang-qi (Yellow Leader), Astragalus root, Chinese Astragalus, Chinese Milkvetch, Huang Qi, Huang Qui, Huang-qi, Membranous Milk Vetch, Milk Vetch Root, Yellow Vetch

Classificação científica:

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Fabales
Familia: Fabaceae
Subfamilia: Faboideae
Gênero: Astragalus

Introdução:

Astragalus (Astragalus membranaceus) é uma erva da medicina tradicional Chinesa (MTC) que é usada tradicionalmente para melhoria das propriedades do sistema imunológico, e também recomendada para a "deficiência do chi" (força de vida) - podendo incluir sintomas como perda de energia e fadiga. A planta é nativa do norte da China e Mongólia. Existem mais de 2000 tipos de Astragalus no mundo, sendo que o Astragalus Membranaceus é o mais comum utilizado para propósitos de medicina; outras variedades são usadas para a fabricação de géis para outros medicamentos.
Finalidade terapêutica:

O astragalo (Astragalus membranaceus) é usado para melhorar a resposta imune e manter a saúde global (Sinclair, 1998). Diz-se que o astragalo, conhecido como huang chi ou huang qi, estimula ou potencia¬liza os componentes do sistema imune, incluindo a atividade das células natural killer (NK)(Memorial Sloan-Kettering, 2005). Compostos que incluem as saponinas (um glicosídio encontrada na aveia, espinafre e outras plantas) e polissacarídeos podem afetar o efeito do astragalo no sistema imune.
Em indivíduos com baixo número de leucócitos, o astragalo pode aumentar o número de células brancas e níveis de interferon, impor¬tantíssimos no combate a vírus (Kurashige e col., 1999). Também observou-se que o astragalo intensifica a atividade dos macrófagos.

Mecanismo de ação:

Vários constituintes químicos de Astragalus como as saponinas, flavonóides, polisacarídeos e glicosídeos, têm sido identificados como ativos potenciais. Astragalus é também associado a outras ervas adaptogênicas como o ginseng promovendo a segurança contra vários fatores estressantes internos e externos. A combinação de Astragalus com equinácea é comum contra infecções da membrana mucosa.

Indicações:

- Estimula o sistema imunológico
- Promove proteção contra câncer
- Atua como um adaptogênico (resistência não específica ao estresse)
- Aumenta os níveis de energia

Dosagem:
Astragalus está disponível como um ingrediente individual, mas pode ser ainda mais efetivo em dosagens menores (100 a 200mg/dia) quando combinado com outras ervas e nutrientes imuno-estimulantes.
Aproximadamente recomenda-se 500 mg/dia para a estimulação do sistema imunológico e para promover resistência aos efeitos do estresse, preferencialmente em doses divididas de 250mg do extrato padronizado.

Reações adversas:

Quando usado conforme recomendado, Astragalus não oferece efeitos colaterais; quando usado em doses elevadas pode causar problemas gastrintestinais e diarréia.

Interações medicamentosas:

Medicamentos antivirais
Astragalus pode aumentar os efeitos de alguns medicamentos antivirais como aciclovir e interferon.

Ciclofosfamida
Astragalus pode também conter os efeitos imunológicos supressivos da ciclofosfamida, um medicamento usado para reduzir as chances de rejeição em transplantes.

Contra-indicações:
Não são conhecidos contra-indicações com o produto. No entanto, devido ao fato de estimular o sistema imunológico, deve ser usado com cuidado por pessoas em terapia imunosupressiva assim como a administração após um transplante de órgão e por aqueles que sofrem de alguma doença autoimune como lúpus.

Precauções:

Astragalus contém certa quantidade de selênio. Quando tomado em grandes quantidades ou por longo período, esse mineral pode causar perda de cabelos, dentes e causar fadiga.

Consultar um médico antes de tomar Astragalus durante a gravidez ou em fase de amamentação.

Estudos:

A maioria das informações científicas vindas de evidências clínicas Chinesas mostra que Astragalus parece estimular o sistema imunológico em pacientes com infecções. Ao menos uma triagem clínica nos EUA mostra aumento dos níveis de células T aproximando-as do normal em alguns pacientes com câncer, sugerindo a possibilidade de um efeito sinérgico com a quimioterapia. Em estudos com animais, Astragalus mostrou uma prevenção efetiva na infecção causada pelo vírus influenza, possivelmente devido ao aumento da atividade patogênica dos glóbulos brancos do sistema imunológico.